Ski no Canadá: longas temporadas e paisagens deslumbrantes

Um país com proporções continentais, um território ao norte que alcança dois oceanos e tem a maior fronteira territorial do mundo não poderia desapontar os aficionados por ski na quantidade e qualidade de resorts. Vale aqui fazer um parênteses para destacar a cordialidade e a receptividade dos canadenses. Com paisagens montanhosas de leste a oeste, o Canadá é um dos destinos mais procurados no mundo por quem ama os esportes na neve.

As localidades variadas garantem opções para quem busca diferentes experiências de viagem: sossego ou agito, viagem em família, amigos ou a dois. Nas Canadian Rocky Mountains, Whistler Blackcomb é a flagship dos resorts de ski canadenses: maior em tamanho, em pistas, em oferta de lojas, restaurantes e entretenimento, é sem dúvida, a mais movimentada. Já Banff & Lake Louise encantam pela beleza natural, onde a neve integra a paisagem estonteante de lagos e vida animal. Na costa leste, é Mont-Tremblant – uma vila com sotaque franco-canadense que parece saída de um conto de fadas – que atrai esquiadores de todos os níveis e idades.

Saiba mais sobre as principais estações do Canadá e escolha o destino que mais combina com o seu momento.

Whistler Blackcomb Ski Resort

A vila de Whistler concentra uma variedade de bares e restaurantes

Whistler Blackcomb tem a maior área esquiável da América do Norte e recebe seus visitantes com uma vila igualmente imponente e moderna. Entre as duas montanhas que batizam o complexo as ruas ganham vida na temporada, turistas circulam em busca de diversão, lojas e restaurantes. 

A Gôndola Peak 2 Peak é a mais longa e alta do mundo

A gôndola Peak 2 Peak, que interliga as montanhas, é a mais longa e alta do mundo, com mais de 3 mil metros de distância e 324 m de altura. Mais do que um meio de transporte, é um belo passeio.

Algumas das gôndolas da Peak 2 Peak têm fundo de vidro de onde se pode apreciar a paisagem

Além de ski e snowboard, há atividades como patinação no gelo, tubing e pond hockey – um dos passatempos favoritos dos canadenses – se o lago estiver congelado. O Whistler Olympic Park, que foi sede dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2010, reúne três modalidades em um só lugar: cross-country, ski-jumping e biatlo.  

Esquiadores de todo o globo se aventuram nas mais de 230 pistas da estação que englobam os níveis iniciantes, intermediários e avançados.

Como chegar:
Aeroporto de Vancouver + transfer (2h)

Nossas sugestões de hospedagem

Four Seasons Resort and Residences Whistler

Em meio à exuberante natureza canadense, o Four Seasons carrega a sofisticação característica da rede, com conforto e alto nível de serviço. Os quartos são espaçosos e  todos têm lareira e varanda.  

The Fairmont Chateau Whistler Resort

Instalado na base da montanha Blackcomb, este hotel tem acesso ski-in/ski-out e deliciosas opções para relaxar no après-ski: seja no spa, na piscina aquecida com vista para a montanha ou degustando um fondue no The Chalet. O auge da exclusividade é se hospedar na ala Gold do hotel, que dá acesso ao lounge com lareira e comidinhas preparadas pelo chef disponíveis o dia todo.

Mont-Tremblant

Casinhas coloridas dão charme à arquitetura de Mont-Tremblant

Localizada na região francesa de Quebec, Mont-Tremblant parece saída de um cenário de filme: casinhas coloridas inspiradas na arquitetura dos alpes europeus junto às montanhas Laurentians. Estação de ski ícone do leste do Canadá, o resort bilíngue traz o melhor da cultura de Quebec e da gastronomia francesa.

Super charmosa, a vila convida ao “footing”: é repleta de lojas, galerias de arte, boutiques de luxo, restaurantes e até um cassino. Você vai querer conhecer todos os cantinhos antes de se render ao prazeres da mesa, do pub ou de um bom chocolate quente.

A gôndola Cabriolet é uma atração em si: até seis passageiros podem ver, por um minuto e meio de trajeto, uma paisagem deslumbrante da vila e seus rios e lagos de águas cristalinas. Mas, indo ao que interessa, Mont-Tremblant tem muita neve e garante uma temporada de ski longa, de novembro a abril. As quatro montanhas têm uma área enorme repleta de descidas a serem desbravadas pelos snowboarders e esquiadores: 102 pistas para os diferentes níveis de habilidade, sendo 22 para iniciantes, 31 para intermediários, 34 para avançados e 15 para experts. Além disso, nas pistas intermediárias, há snowparks para os praticantes de snowboard. A infraestrutura de alto padrão oferece 13 meios de elevação que levam os esquiadores para as quatro faces da montanha.

Como chegar:
– Aeroporto de Montreal + transfer (1h30)
– Aeroporto de Mont-Tremblant / La Macaza + transfer (40 min)

Novo voo direto SP-Montreal pela Air Canadá: de 11 de dezembro a 26 de março.

Nossas sugestões de hospedagem 

Quintessence Tremblant

Tem uma das melhores localizações da região: às margens do Lago Tremblant, fica em meio à natureza e ao mesmo tempo próximo da vila para ir andando até ela. Todas as 30 suítes têm vista para o lago ou para os jardins. 

Fairmont Tremblant

Localizado aos pés de Mont-Tremblant, o hotel é a combinação perfeita para o relaxamento e a aventura. Tem acesso ski-in/ski-out e serviço de ski valet, além da piscina aquecida, ideal para o recuperar as energias no final do dia. 

Banff e Lake Louise 

Quando está congelado, o lago se transforma em uma incrível pista de patinação

São diversas as vantagens de esquiar em Banff & Lake Louise, que tem uma das temporadas mais longas do Hemisfério Norte. Localizadas no Parque Nacional de Banff, as estações Banff Sunshine, Lake Louise e Mt. Norquay se conectam e possibilitam algumas das descidas mais bonitas do Canadá. São mais de 280 pistas, dedicadas principalmente a esquiadores de nível iniciante e intermediário.

De maior altitude entre os três resorts, Banff é também o que recebe neve por mais tempo fazendo com que sua temporada dure sete meses, indo do início de novembro até o final de maio. Isso significa que o solo recebe cerca de nove metros de neve, em média, por temporada de inverno. Conhecida por ter a melhor neve do Canadá, a estação tem pistas para ski e snowboard para iniciantes, intermediários e experts, com destaque para a Delirium Drive, eleita entre as top ten off piste runs do mundo.

Lake Louise é uma das maiores áreas para ski na América do Norte, o que proporciona pistas longas e variedade de terrenos e níveis de dificuldade. Para completar, os esquiadores têm vistas incríveis da natureza local enquanto descem as 139 pistas.

Queridinha dos moradores locais, Norquay fica mais próxima da vila e é a única das três estações em que é possível esquiar à noite, em uma pista totalmente iluminada.

Como chegar:
Aeroporto de Calgary + transfer (1h30)

Nossas sugestões de hospedagem 

Fairmont Banff Springs Hotel

Este luxuoso hotel em meio às montanhas foi construído há mais de 130 anos, inspirado em um castelo de barões escoceses. Com serviço de translado para as pistas de ski, que ficam a poucos minutos de distância, também tem restaurantes, espaço Fitness, spa e boliche. 

Fairmont Chateau Lake Louise

Com vista panorâmica do Lago Louise e da Geleira Victoria, o resort está localizado no Parque Nacional de Banff e tem aluguel de equipamentos de ski, um spa luxuoso e opções de restaurantes para os mais variados gostos e vontades.

Quer esquiar no Canadá? Fale agora mesmo com um expert da SKIBrasil e planeje sua viagem. Clique aqui.

Leave a Reply